sexta-feira, 16 de março de 2012

Soutien


Hoje fui (ia) comprar um soutien:

 - Sou uma rapariga poupada (avarenta) e, no meu corpinho belíssimo (cof,cof,cof) regra geral, qualquer coisinha me assenta bem, mesmo aquelas de 1,5 Eur das Boutiques C (Chineses). Mas vai daí que estou há tempos mesmo a precisar de um soutien diferente (= caríssimo), daqueles que não compensa, de todo, arriscar na imitação, daquelas lojas que estão nos outdoors e em tudo o que é revista cor-de-rosa, a (des)cobrir miúdas photoshopadas (só pode, né?! Tanta perfeição não é fisiológica).
Lá fui, depois de dias e dias de meditação, à dita loja (não publicito porque não gostei do Servicinho), disposta a desembolsar o valor de quase um dia de trabalho, naquele utensílio indispensável.

Conversei com a vendedora expliquei-lhe o propósito da coisa e ela, solicitamente, disse que tinha o que eu pretendia e mostrou-mo: perfeito. "Vou experimentar" - retorqui de imediato.
- "Nã, nã, nã nã..." (Responde-me ela). "Por questões de higiene não se podem experimentar". (Tipo: é pegar ou largar. Pagas e andas porque depois, está visto, não podes trocar).
- "Quê???? E se não me servir?"
- "Não temos tido reclamações. Há 5 tamanhos... veja mais ou menos qual é o seu".
- "Mais ou menos?! "...

Mas está tudo louco?
Continuei:
- "Muito boa tarde".

E vou continuar mais uns tempos sem aquele indispensável, pelo menos até encontrar uma loja que os deixe experimentar antes de comprar.
Sou eu que sou muito exigente ou o Acinetobacter baumanii chegou à cabeça do público em geral?

Uma achegazita: custava muito terem um exemplar de cada tamanho para as provas?
Olhem, perdeu ela e perdi eu.
NÃO GOSTO.

1 comentário:

  1. Faria o mesmo, mais faltava agr não poder experimentar isso. Em todo o lado aconselham a experimentar...
    Vem a Lx e vais à Dama de Copas.

    ResponderEliminar

O que se diz por aí...