sexta-feira, 29 de julho de 2011

8 ou 80

Hoje foi dia de 80:
- Fui trabalhar - só meio dia já que a creche do pimpolho fechou às 13h30 para desinfecção e... ele não sabe ir para casa sozinho - e fiquei com a tarde livre (leia-se: ocupada com o baby);
- Almoço com amiga e o seu baby + conversa + ver as montras; (juro que só passei o cartão de débito uma vez e foi para comprar um copo XPTO para babies > 6 meses).
- Os "Querido, mudei a casa" estão nos finalmentes (finalmente); o nosso quintal já ganhou novas formas.
- O aspirador há um mês avariado está arranjado.
- O sofá azul há um mês encomendado, já chegou e vai ser entregue na próxima semana.
-Amanhã, quer S. Pedro colabore quer não, vai ser dia de piscina em casa de amigos e a estreia do baby na água fria. Ui!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Querido, mudei a casa 2

Os "são só 15 dias"dos "Querido, mudei a casa" já vão para 4 semanas...
(Mas eles são fofinhos)
E... já se avista a luz ao fim do túnel.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

CANSAÇO

O que há em mim é sobretudo cansaço Não disto nem daquilo, Nem sequer de tudo ou de nada: Cansaço assim mesmo, ele mesmo, Cansaço. A subtileza das sensações inúteis, As paixões violentas por coisa nenhuma, Os amores intensos por o suposto alguém. Essas coisas todas - Essas e o que faz falta nelas eternamente -; Tudo isso faz um cansaço, Este cansaço, Cansaço. Há sem dúvida quem ame o infinito, Há sem dúvida quem deseje o impossível, Há sem dúvida quem não queira nada - Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles: Porque eu amo infinitamente o finito, Porque eu desejo impossivelmente o possível, Porque eu quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser, Ou até se não puder ser... E o resultado? Para eles a vida vivida ou sonhada, Para eles o sonho sonhado ou vivido, Para eles a média entre tudo e nada, isto é, isto... Para mim só um grande, um profundo, E, ah com que felicidade infecundo, cansaço, Um supremíssimo cansaço. Íssimo, íssimo. íssimo, Cansaço... Álvaro de Campos

domingo, 10 de julho de 2011

O Último Dia

Chegou. Pensava que não, que a Licença de Maternidade + Férias seriam intermináveis (sou daqueles que acreditam em milagres), que se manteriam para sempre como a linha de horizonte - que quanto mais nos aproximamos, mais longe ela fica.
Vou voltar à vida real: 6 meses de evolução e mudanças no Mundo (Hospital do Divino Espírito Santo) assemelham-se a uma espécie de scary moovie ao qual terei de sobreviver, de preferência, sem panicar muito. O Baby, por esse motivo, amanhã e para sempre, ficará por sua conta e risco na Tropa (Creche). OutrAs ouvi-lo-ão gargalhar (e chorar), outrAs mudar-lhe-ão a fralda, outrAs dar-lhe-ão a sopa, a fruta a papa, outrAs vozes vão cantar-se a canção do Barquinho (e muitas outras?) ... OutrAs. E agora sim, o cordão umbilical será cruel e friamente esticado (cortado, nunca).
Resistiremos. Pelo sim, pelo não:

Salve Regina Salve, Regina, Mater misericordiae,vita, dulcedo, et spes nostra, salve.Ad te clamamus, exsules filii Hevae,ad te suspiramus, gementes et flentesin hac lacrimarum valle.Eia, ergo, advocata nostra, illos tuosmisericordes oculos ad nos converte;et Jesum, benedictum fructum ventris tui,nobis post hoc exilium ostende.O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.Ut digni efficiamurpromissionibus Christi.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Miragem: praia 2011

E como este ano a praia para mim será uma miragem (quem me manda ter-me deixado chegar ao XL-celulítico?), o meu investimento de hoje foi ESTE. I Can´t wait to see the results.
Mas há mais... não fosse a crise, até arriscaria...

terça-feira, 5 de julho de 2011

Alice no país das maravilhas

-Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui?

-Isso depende muito de para onde queres ir – respondeu o gato.

-Preocupa-me pouco aonde ir – disse Alice.
...

-Nesse caso, pouco importa o caminho que sigas – replicou o gato.
(Lewis Carroll -Alice no País das Maravilhas)

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Um post só com uma frase

Banho + Banana = Sweet dreams.
Schiiiiu!

Cresce (CRECHE)

Só por volta dos 13 anos é que descobri que os bebés iam para a "creche" e não para a "cresce". Até essa altura estava convencidíssima que, como seria um local de crescimento e aprendizagem, nada mais lógico do que chamar-se CRESCE. Mas não, era uma palavra nova. Aprendi-a. Não a usei durante muitos anos e não pensava nela até há cerca de um ano, quando, ainda grávida, comecei a conhecê-las e a fazer pré-inscrições para o meu Tamagochi. Hoje, porque a licença de maternidade infelizmente não dura sempre, com 5 mesitos e 1 dia, o meu filho foi para a Creche - estreia absoluta. Ele gostou. Hoje foi o primeiro dia. Não tarda aparecerá com a primeira coriza, o primeiro amigo, a primeira namorada amiga. Logo depois começará a pedir MacDonald's, a mesada, a chave do carro... EU! É a Vida.

domingo, 3 de julho de 2011

Crise e o fairy lava-loiças

É impressão minha ou o FAIRY já não é o que era?
Dantes dava para lavar, lavar e lavar e agora, quase a cada duas peças lavadas, preciso de repetir a dose. Efeitos da crise?

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Futilidades e leite creme = Véspera de jantarada

Amanhã vai haver jantarada cá em casa.
Os "Querido, mudei a casa" vão fazer uma pausa de 2 dias e será dia de utilizar a cozinha (bimby) até à exaustão. Espero que o próximo jantar já seja a estreia do novo espaço (dizem que mais 3 semanas e a obra fica pronta) - depois mostro o vídeo de mim mesma a chorar, comovida com tanta beleza, após me tirarem a venda dos olhos.
Para adiantar a coisa (jantar), a gelatina de maçã já está feita e vai ficar também já reservado no frigorífico o Leite Creme Tropical (hhuummm!). Para dar um pouco de cor a tudo isso, foi dia de futilidade cor-de-rosa. Amanhã, serão as extremidades superiores.

Espelho meu, espelho meu (cozinha minha, cozinha minha...)

... Haverá algum armário de tupperwares mais desarrumado do que o meu?!