domingo, 7 de outubro de 2012

Óscar


A propósito do "Óscar e a senhora cor-de-rosa", desta vez, a peça, protagonizada exclusivamente pela actriz Lídia Franco, todo o NaCl+H2O perdido (e não foi suor) valeu a pena por aquele ser um verdadeiro Hino à Vida - que valeu a pena - porque a Vida vale a pena!
Para profissionais de saúde, para doentes, para cuidadores, para familiares, para pais, para filhos, para avós, para voluntários, para gente-sem-coração, para corações-mole (temos todos estes diferentes papéis ao longo da vida) - recomendado a todos: pelo menos uma vez na vida: e quanto mais cedo, tanto melhor. (O único conselho é que não se esqueçam dos "Klinex").

4 comentários:

  1. Este pensador, viajeiro entre Sois
    Esta Ave pousada em mil embarcações
    Esbarco que passa sem vela ou remo
    Esta arca repleta de vibrantes emoções

    Esta mestiça flor de açafrão
    Este ramo de espinhos cravados na mão
    Esta alma que não ousa largar opinião
    Este homem vestido de solidão

    Boa semana

    Doce beijo

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Se o mar adormecer em desvario
    As ondas não mais se formarem
    Se as gaivotas se perderem do ninho
    As árvores mais altas tombarem

    Se o dia não encontrar a manhã
    As nuvens deixarem de chorar água pura
    Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
    As tuas palavras deixarem de ser raiva dura

    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar

O que se diz por aí...