quarta-feira, 8 de agosto de 2012

DI LE MA

O puto adormeceu e tem as unhas tão grandes que quase parecem ser unhas de gel;
O puto não me deixa cortar-lhe as unhas quando está acordado;
Se lhe vou cortar as unhas, há um grande risco de acordá-lo;
Se o puto acorda, acabou-se o descanso;
Apetece-me descansar;
Não quero ser apelidada de mãe negligente.
Vou ou não vou?

Analisando todas estas premissas, o que faço?



Sem comentários:

Enviar um comentário

O que se diz por aí...